domingo, 31 de janeiro de 2016

Série: Rockeiros famosos que se converteram ao Cristianismo - Blackie Lawless (W.A.S.P)

Série: Rockeiros famosos que se converteram ao Cristianismo

Continuando a série "Rockeiros famosos que se converteram ao Cristianismo". Hoje apresento essa grande figura, o (vocalista/guitarrista/líder) da grande banda
" W.A.S.P".

Blackie Lawless: O líder do W.A.S.P. deixou a igreja aos 18 anos, filho de pastor batista [1]mas retornou tempos mais tarde. Desde então, se recusa terminantemente a tocar o primeiro single de sua banda, a controversa “Animal (Fuck Like A Beast)”, devido a sua letra explícita.
Certa vez em uma entrevista perguntaram ao Blackie:
Sobre não tocar mais "Animal (Fuck Like A Beast)" ao vivo:

Blackie: "Nós não tocamos essa canção por vários anos. E é totalmente por causa da minha fé religiosa, e é algo que eu não quero mais fazer, e eu nunca vou tocar essa canção novamente.

O que eu posso fazer para ser uma influência positiva? Eu olho para o que estou fazendo e estou tentando criar o melhor exemplo que posso. Eu não quero jovens de 13 anos andando por aí cantando essa canção. Se for algo que eles quiserem fazer mais adiante em suas vidas, isso é assunto deles. Mas, como eu disse, é uma questão de fé e da convicção religiosa que eu tenho."

"Alguém me perguntou isso um dia desses. Eles disseram, 'Você agora é um pregador rock and roll?' Eu disse, 'Não. Mas eu sou um mensageiro.' E esse é o meu trabalho. Então tudo o que eu fiz até este ponto me levou aonde estou agora". [2]


Em umas das declarações recente do Blackie Lawless, ele afirmou que:
"[...] que professa sua fé em Jesus Cristo e no que está escrito na Bíblia e nada mais.

 "Dizem que a bíblia foi um livro escrito por homens. Pode ser verdade, mas são 66 livros escritos por 40 autores diferentes num período de 200 anos em três continentes diferentes, e a maioria dos autores não conheciam uns aos outros, mas um finaliza a sentença do outro. É impossível que qualquer homem tenha escrito isto sem inspiração divina". [3]

Com a conversão do B.L, as temáticas das letras do W.A.S.P, mudaram. No álbum "Babylon" é abordada a temática sobre o livro bíblico do Apocalipse. E no álbum mais recente "Golgotha", as temáticas que aborda o cristianismo de forma positiva, continuam.

Ficamos felizes, por mais um alma ter depositado sua fé e esperança em Cristo Jesus. E você aí pensando, que um rockeiro/metaleiro/Headbanger, não pode ser cristão?



Fontes:
http://whiplash.net/materias/news_797/234094-megadeth.html#ixzz3ys1dJu8F [1]
http://diariodorock.blogspot.com.br/2009/11/bizarro-wasp-blackie-lawless-agora-e.html [2]
http://whiplash.net/materias/news_797/233565-wasp.html#ixzz3ys1lo2I4 [3]



0 comentários:

Postar um comentário

domingo, 31 de janeiro de 2016

Série: Rockeiros famosos que se converteram ao Cristianismo - Blackie Lawless (W.A.S.P)

Série: Rockeiros famosos que se converteram ao Cristianismo

Continuando a série "Rockeiros famosos que se converteram ao Cristianismo". Hoje apresento essa grande figura, o (vocalista/guitarrista/líder) da grande banda
" W.A.S.P".

Blackie Lawless: O líder do W.A.S.P. deixou a igreja aos 18 anos, filho de pastor batista [1]mas retornou tempos mais tarde. Desde então, se recusa terminantemente a tocar o primeiro single de sua banda, a controversa “Animal (Fuck Like A Beast)”, devido a sua letra explícita.
Certa vez em uma entrevista perguntaram ao Blackie:
Sobre não tocar mais "Animal (Fuck Like A Beast)" ao vivo:

Blackie: "Nós não tocamos essa canção por vários anos. E é totalmente por causa da minha fé religiosa, e é algo que eu não quero mais fazer, e eu nunca vou tocar essa canção novamente.

O que eu posso fazer para ser uma influência positiva? Eu olho para o que estou fazendo e estou tentando criar o melhor exemplo que posso. Eu não quero jovens de 13 anos andando por aí cantando essa canção. Se for algo que eles quiserem fazer mais adiante em suas vidas, isso é assunto deles. Mas, como eu disse, é uma questão de fé e da convicção religiosa que eu tenho."

"Alguém me perguntou isso um dia desses. Eles disseram, 'Você agora é um pregador rock and roll?' Eu disse, 'Não. Mas eu sou um mensageiro.' E esse é o meu trabalho. Então tudo o que eu fiz até este ponto me levou aonde estou agora". [2]


Em umas das declarações recente do Blackie Lawless, ele afirmou que:
"[...] que professa sua fé em Jesus Cristo e no que está escrito na Bíblia e nada mais.

 "Dizem que a bíblia foi um livro escrito por homens. Pode ser verdade, mas são 66 livros escritos por 40 autores diferentes num período de 200 anos em três continentes diferentes, e a maioria dos autores não conheciam uns aos outros, mas um finaliza a sentença do outro. É impossível que qualquer homem tenha escrito isto sem inspiração divina". [3]

Com a conversão do B.L, as temáticas das letras do W.A.S.P, mudaram. No álbum "Babylon" é abordada a temática sobre o livro bíblico do Apocalipse. E no álbum mais recente "Golgotha", as temáticas que aborda o cristianismo de forma positiva, continuam.

Ficamos felizes, por mais um alma ter depositado sua fé e esperança em Cristo Jesus. E você aí pensando, que um rockeiro/metaleiro/Headbanger, não pode ser cristão?



Fontes:
http://whiplash.net/materias/news_797/234094-megadeth.html#ixzz3ys1dJu8F [1]
http://diariodorock.blogspot.com.br/2009/11/bizarro-wasp-blackie-lawless-agora-e.html [2]
http://whiplash.net/materias/news_797/233565-wasp.html#ixzz3ys1lo2I4 [3]



Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
;