segunda-feira, 6 de julho de 2015

Cristianismo Underground: Entrevista com a banda Over Death

Segue abaixo , uma entrevista em que uns dos administradores  da página "Oscar Head"fez com a banda paulista Over Death.

Oscar_Head:"Fale um pouco da Banda"

Over Death:  "OVER DEATH é uma banda de São Paulo que toca death metal. Com uma sonoridade crua, intensa e agressiva, o OVER DEATH consegue ter suas próprias características se fazendo uma banda com identidade sonora e de personalidade marcante, conquistando espaço no Brasil e na Europa, onde tem seus CD's sendo distribuídos de forma independente e por selos que valorizam o metal brasileiro do gênero "Metal Extremo" dentro e fora do país."

Oscar_Head:"Como iniciou a Over Death?

Over Death: "A banda surgiu em meados de 2010 com o intuito de fazer Death Metal ao molde das bandas que participavam de alguma maneira da vida dos membros.
A banda foi fundada por Leandro Calejon ( Dã ), que na época era vocalista e guitarrista da banda, e contava com mais dois amigos que estavam dando uma força para que a banda pudesse se estabilizar. Alguns integrantes passaram pela banda, nesse meio tempo Suellen Rocha assumiu os vocais principais e Dã na guitarra e back vocals. Hoje a banda conta com um power trio, com Dã na guitarra e vocais, Suellen nos vocais e Daniel Avalos na bateria."


Oscar_Head:"Que Influências a Banda Tem em suas Composições?

Over Death: banda tem influência sonora de thrash, punk, death e black metal, além de diversas bandas que de alguma forma marcam a vida dos integrantes do OVER DEATH, bandas que influenciam tanto na sonoridade como nas letras.
A banda tem dividido palco com grandes bandas nacionais e internacionais."

Oscar_Head:"O Primeiro CD.. Fale um pouco..

Over Death: "No dia 11 de janeiro de 2013 lançou seu primeiro álbum intitulado “ FUNERAL” contendo 18 faixas. Suas músicas falam do dia a dia de uma pessoa que vive o underground e nada contra a maré da política e religião, nunca escondendo suas crenças e convicções, o CD conta com composição de letras, melodias e arte do CD feitas por Dã e Suellen. Apesar de ter lançado o CD de forma independente conseguiu distribuidoras nacionais e internacionais chegando a ter CDs sendo distribuídos na Noruega, o berço do metal extremo."

Oscar_Head:"Acontecimentos sobre a Banda que quase ninguém Saiba.. Tem?
Quais?

Over Death: "No início a banda era apenas um Projeto formado na cabeça do Líder e guitarrista Leandro Calejon (Dã). Após fazer uma tour no nordeste como guitarrista do Antidemon, Leandro decidiu ter sua própria banda, em uma semana criou algumas músicas e chamou um amigo pra ajudar a completar as composições. J.P (Baterista da banda Paulista de hard rock Crossrock) assumiu as baquetas pra dar uma força, logo em seguida Bruno Santana (Banda Apokatastase) se juntou pra ajudar no Baixo. Veio a primeira proposta de show, um convite de Cuiabá, a banda aceitou e "acertou"as músicas para o primeiro concerto. Após este show Bruno deixou a banda pra poder se dedicar a própria banda, J.P continuou por mais um tempo. Para assumir o Baixo entrou Welsley Forti.
Algum tempo depois entrou Suellen Rocha pra assumir os vocais, até então leandro tocava e cantava.
Wesley permaneceu na banda por pouco mais de 1 ano e J.P por cerca de 7 meses, No lugar de J.P entrou Jeff que ficou por alguns poucos eventos e logo após Daniel Avalos (Paraguaio) assumiu as baquetas, A banda passou um bom tempo sem baixista e fazendo shows sem um baixista nem mesmo provisório, chamando  Wesley para uma participação que também foi a ultima atuação de wesley, que  foi no show com o Grandioso Antestor(Banda de Black/Death Metal Cristão) em 2013, onde a banda lançou seu primeiro CD intitulado Funeral juntamente com o lançamento do CD OMEN do Antestor."

Oscar_Head:"O fato da banda não ter um Baixista Fixo"

Over Death: "Após alguma audições a banda aceitou Gabriel Pedroso como baixista. Gabriel fez diversas apresentações mas devido a uma proposta de emprego em outro Estado teve de sair da banda. A banda segue a procura de um baixista fixo contando com alguns baixistas provisórios."


Oscar_Head:"Um acontecimento que marcou bastante a Over Death"

Over Death: "Um dos acontecimentos que mais marcou a banda foi justamente a entrada do baterista Daniel. Daniel morava no Paraguai, manteve contato com Leandro Pela internet por cerca de 2 anos, um dia veio visitar o Brasil, ficou na casa de Leandro por um tempo e voltou ao Paraguai. Neste meio tempo o OVER DEATH sofria com mudanças de membros e em uma conversa pela internet Daniel perguntou como andava a banda, Leandro respondeu que "sem baterista" e então Daniel fez uma proposta: -Seu eu me mudar para o Brasil, vocês deixam eu ser baterista do Over Death?
Leandro acreditando ser brincadeira disse que sim.  Alguns meses depois Leandro recebe uma ligação, na linha estava o Daniel dizendo que chegara ao Brasil para ser baterista da banda. Leandro o buscou e começou a parceria. hoje Daniel é naturalizado brasileiro é casado e tem filho no Brasil e segue firme com a banda.
Algo marcante também na Banda é o fato de termos uma Mulher no vocais, não por ser uma mulher, mas sim pelo fato de que o vocal dela não transparecer ser feminino (usa o vocal Gutural), causando espanto no público quando a banda se apresenta. Suellen trouxe uma melhor desenvoltura de vocais e de presença de palco a banda."

Oscar_Head:"Como são feitas as Músicas da Over Death?

Over Death: "Todas as composições  que compõem o cd foram  feitas por Leandro. As músicas são feitas através de situações em que a banda vive, mas todas elas são tiradas de sonhos que Leandro tem. tanto letras como melodias são retiradas após serem ouvias em sonhos, os sonhos vem completos, letra e melodia, casas e sons, tudo pronto, Leandro apenas os transmite para fora dos sonhos, as letras cantadas não são historinhas inventadas pra agradar ou para ter algum intuito, são apenas coisas que foram apresentadas em sonhos e são situações reais que a banda passou. Tudo que a banda canta ou escreve é fruto da vivência da banda. A banda canta o que vive. Hoje a banda tem trabalhado mais "conscientemente"  nas composições, não dependendo de "experiências" como sonhos etc. Não rejeitamos sonhos ou coisas do tipo, mas estamos mais focados em fazer as coisas "conscientes e acordados."


Oscar_Head:"A concepção Sobre "Death Metal" e o "Cristianismo"


Over Death: "A banda tem membros que acreditam no cristianism o e por este motivo, durante  algumas apresentações é comum encontrar algum extremista que desaprova o cristianismo e confunde nossas crenças pessoais com posicionamento referente ao nosso som. Tendo por diversas vezes tido que enfrentar grupos armados com facas,paus, armas de fogo simplesmente por ter um fé pessoal. Isso não abala a banda, nem sonoramente nem com respeito a fé dos membros, pois ao modo de ver da banda metal é liberdade, e isso implica em liberdade de crença ou de estilo musical, e a fé também independe de igreja.
A banda não visa fazer discurso religioso nem muito menos evangelismo como é de comum prática entre bandas com membros adeptos do cristianismo.  A banda visa apenas fazer o que ama, isso implica em som e na liberdade de ser quem é, com seus gostos musicais e crenças pessoais. As letras visam falar do cotidiano da banda e apresentar uma opção de vida, aceita quem quer e acredita quem quer. Se você é corinthiano e monta uma banda de metal isso não torna você um "metaleiro fiel", se você é budista e toca metal isso não torna você um "metaleiro de Buda", então porque ser cristão e fazer metal o tornaria um "metaleiro de Cristo"?  Você é apenas um Brasileiro, ateu, Budista, satanista, cristão ou o que quer que seja, que toca metal, Para a banda metal e cristianismo se encaixam assim como metal e ateísmo, metal e paganismo, metal e satanismo, metal e sátiras,metal e lendas, metal e histórias fantasiosas, cada um usa o metal para falar do que lhe convém, seja história de dragões, mulheres, demônios, povos antigos, posições ideológicas, posições políticas, ou satirizar algo."


Oscar_Head: "Se consideram HeadBangers Ou Metaleiro?"

Over Death: "Não somos bangers, não somos "Death metalers" não somos roqueiros.  Somo quem somos, somos cristãos, e fazemos metal, Metal é liberdade de expressão e quem concorda com isso não pode limitar o metal a não permitir cristianismo ou qualquer outra linha de pensamentos ou crença, Ainda assim é comum encontrarmos grupos extremistas em nosso caminho, mas isso a gente tira de letra, tocando nosso som, mostrando que somos capazes de fazer o mesmo ou melhor que quem é contra nós, tendo postura coerente e agindo com convicção no que fazemos, Se for pra nos colocar em parâmetros de bandas com temática cristã, somos a banda que mais se apresenta em ambientes não cristãos, com bandas não cristãs. Temos a agenda tão cheia ou tão requerida quanto qualquer outra banda não cristã do underground extremos de SP."

" Oscar_Head: "Visão sobre "igrejas" ou "congregações" vocês se apresentam? E a Crash Church?

"Over Death:"Hoje nos recusamos a tocar em igrejas em SP com exceção da nossa própria  comunidade por questões óbvias. decidimos fazer isso em SP devido a falta de respeito que as comunidades cristãs tem para com as bandas como nós, fora de SP costumamos encontrar situações diferentes e é de fácil acordo aceitarmos nos apresentar se virmos que o local nos dá o devido valor e respeito, O local onde dividimos nossa fé se chama Crash Church Underground Ministry (antiga Comunidade Zadoque).
Eu particularmente sou membro de lá ha mais de 10 anos, tenho muitos amigos e não me incomodo se há pessoas de dentro ou de fora que concordam ou não comigo."


Oscar_Head:"Para finalizar Algumas Palavras? Algo sobre a Banda? Um pensamento Particular?"

Over Death:"A banda tem realizado eventos em alguns Estados do país e tem crescido na cena de SP, com seu Cd sendo distribuído na Galeria do Rock em SP, e na Europa pelo selo Nordic Mision, Quanto a minha fé continuarei praticando seja na banda ou não, no local onde frequento ou não, pessoas gostando ou não, quanto ao som que fazemos, continuarei fazendo com pessoas criticando ou não."

Oscar_Head:"Oh Brother valeu aí por confiar a nós toda essa informação, Gosto da banda pra caramba, Principalmente da música Prostituta de Satã, Mas em si do CD inteiro e Bom Demais, Umas pegadas de Mortification, Antidemon e Antestor são inconfundíveis, Espero conversar pessoalmente com você e com a banda, Creio eu que será logo...
Novamente Obrigado e fica na paz de Cristo."


Membros atuais:
- Leandro Calejon ( Dã ) / Guitarra/Vocal
 - Suellen Rocha / Vocal –
- Daniel Avalos / Bateria.

Curtam nossa página: https://www.facebook.com/Cristianismounderground
Confira o som da banda:


3 comentários:

Anônimo disse...

lixo

AQUARELA disse...

Legal!Sigam em frente.

Tiu Yuri disse...

Da hora!

Postar um comentário

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Cristianismo Underground: Entrevista com a banda Over Death

Segue abaixo , uma entrevista em que uns dos administradores  da página "Oscar Head"fez com a banda paulista Over Death.

Oscar_Head:"Fale um pouco da Banda"

Over Death:  "OVER DEATH é uma banda de São Paulo que toca death metal. Com uma sonoridade crua, intensa e agressiva, o OVER DEATH consegue ter suas próprias características se fazendo uma banda com identidade sonora e de personalidade marcante, conquistando espaço no Brasil e na Europa, onde tem seus CD's sendo distribuídos de forma independente e por selos que valorizam o metal brasileiro do gênero "Metal Extremo" dentro e fora do país."

Oscar_Head:"Como iniciou a Over Death?

Over Death: "A banda surgiu em meados de 2010 com o intuito de fazer Death Metal ao molde das bandas que participavam de alguma maneira da vida dos membros.
A banda foi fundada por Leandro Calejon ( Dã ), que na época era vocalista e guitarrista da banda, e contava com mais dois amigos que estavam dando uma força para que a banda pudesse se estabilizar. Alguns integrantes passaram pela banda, nesse meio tempo Suellen Rocha assumiu os vocais principais e Dã na guitarra e back vocals. Hoje a banda conta com um power trio, com Dã na guitarra e vocais, Suellen nos vocais e Daniel Avalos na bateria."


Oscar_Head:"Que Influências a Banda Tem em suas Composições?

Over Death: banda tem influência sonora de thrash, punk, death e black metal, além de diversas bandas que de alguma forma marcam a vida dos integrantes do OVER DEATH, bandas que influenciam tanto na sonoridade como nas letras.
A banda tem dividido palco com grandes bandas nacionais e internacionais."

Oscar_Head:"O Primeiro CD.. Fale um pouco..

Over Death: "No dia 11 de janeiro de 2013 lançou seu primeiro álbum intitulado “ FUNERAL” contendo 18 faixas. Suas músicas falam do dia a dia de uma pessoa que vive o underground e nada contra a maré da política e religião, nunca escondendo suas crenças e convicções, o CD conta com composição de letras, melodias e arte do CD feitas por Dã e Suellen. Apesar de ter lançado o CD de forma independente conseguiu distribuidoras nacionais e internacionais chegando a ter CDs sendo distribuídos na Noruega, o berço do metal extremo."

Oscar_Head:"Acontecimentos sobre a Banda que quase ninguém Saiba.. Tem?
Quais?

Over Death: "No início a banda era apenas um Projeto formado na cabeça do Líder e guitarrista Leandro Calejon (Dã). Após fazer uma tour no nordeste como guitarrista do Antidemon, Leandro decidiu ter sua própria banda, em uma semana criou algumas músicas e chamou um amigo pra ajudar a completar as composições. J.P (Baterista da banda Paulista de hard rock Crossrock) assumiu as baquetas pra dar uma força, logo em seguida Bruno Santana (Banda Apokatastase) se juntou pra ajudar no Baixo. Veio a primeira proposta de show, um convite de Cuiabá, a banda aceitou e "acertou"as músicas para o primeiro concerto. Após este show Bruno deixou a banda pra poder se dedicar a própria banda, J.P continuou por mais um tempo. Para assumir o Baixo entrou Welsley Forti.
Algum tempo depois entrou Suellen Rocha pra assumir os vocais, até então leandro tocava e cantava.
Wesley permaneceu na banda por pouco mais de 1 ano e J.P por cerca de 7 meses, No lugar de J.P entrou Jeff que ficou por alguns poucos eventos e logo após Daniel Avalos (Paraguaio) assumiu as baquetas, A banda passou um bom tempo sem baixista e fazendo shows sem um baixista nem mesmo provisório, chamando  Wesley para uma participação que também foi a ultima atuação de wesley, que  foi no show com o Grandioso Antestor(Banda de Black/Death Metal Cristão) em 2013, onde a banda lançou seu primeiro CD intitulado Funeral juntamente com o lançamento do CD OMEN do Antestor."

Oscar_Head:"O fato da banda não ter um Baixista Fixo"

Over Death: "Após alguma audições a banda aceitou Gabriel Pedroso como baixista. Gabriel fez diversas apresentações mas devido a uma proposta de emprego em outro Estado teve de sair da banda. A banda segue a procura de um baixista fixo contando com alguns baixistas provisórios."


Oscar_Head:"Um acontecimento que marcou bastante a Over Death"

Over Death: "Um dos acontecimentos que mais marcou a banda foi justamente a entrada do baterista Daniel. Daniel morava no Paraguai, manteve contato com Leandro Pela internet por cerca de 2 anos, um dia veio visitar o Brasil, ficou na casa de Leandro por um tempo e voltou ao Paraguai. Neste meio tempo o OVER DEATH sofria com mudanças de membros e em uma conversa pela internet Daniel perguntou como andava a banda, Leandro respondeu que "sem baterista" e então Daniel fez uma proposta: -Seu eu me mudar para o Brasil, vocês deixam eu ser baterista do Over Death?
Leandro acreditando ser brincadeira disse que sim.  Alguns meses depois Leandro recebe uma ligação, na linha estava o Daniel dizendo que chegara ao Brasil para ser baterista da banda. Leandro o buscou e começou a parceria. hoje Daniel é naturalizado brasileiro é casado e tem filho no Brasil e segue firme com a banda.
Algo marcante também na Banda é o fato de termos uma Mulher no vocais, não por ser uma mulher, mas sim pelo fato de que o vocal dela não transparecer ser feminino (usa o vocal Gutural), causando espanto no público quando a banda se apresenta. Suellen trouxe uma melhor desenvoltura de vocais e de presença de palco a banda."

Oscar_Head:"Como são feitas as Músicas da Over Death?

Over Death: "Todas as composições  que compõem o cd foram  feitas por Leandro. As músicas são feitas através de situações em que a banda vive, mas todas elas são tiradas de sonhos que Leandro tem. tanto letras como melodias são retiradas após serem ouvias em sonhos, os sonhos vem completos, letra e melodia, casas e sons, tudo pronto, Leandro apenas os transmite para fora dos sonhos, as letras cantadas não são historinhas inventadas pra agradar ou para ter algum intuito, são apenas coisas que foram apresentadas em sonhos e são situações reais que a banda passou. Tudo que a banda canta ou escreve é fruto da vivência da banda. A banda canta o que vive. Hoje a banda tem trabalhado mais "conscientemente"  nas composições, não dependendo de "experiências" como sonhos etc. Não rejeitamos sonhos ou coisas do tipo, mas estamos mais focados em fazer as coisas "conscientes e acordados."


Oscar_Head:"A concepção Sobre "Death Metal" e o "Cristianismo"


Over Death: "A banda tem membros que acreditam no cristianism o e por este motivo, durante  algumas apresentações é comum encontrar algum extremista que desaprova o cristianismo e confunde nossas crenças pessoais com posicionamento referente ao nosso som. Tendo por diversas vezes tido que enfrentar grupos armados com facas,paus, armas de fogo simplesmente por ter um fé pessoal. Isso não abala a banda, nem sonoramente nem com respeito a fé dos membros, pois ao modo de ver da banda metal é liberdade, e isso implica em liberdade de crença ou de estilo musical, e a fé também independe de igreja.
A banda não visa fazer discurso religioso nem muito menos evangelismo como é de comum prática entre bandas com membros adeptos do cristianismo.  A banda visa apenas fazer o que ama, isso implica em som e na liberdade de ser quem é, com seus gostos musicais e crenças pessoais. As letras visam falar do cotidiano da banda e apresentar uma opção de vida, aceita quem quer e acredita quem quer. Se você é corinthiano e monta uma banda de metal isso não torna você um "metaleiro fiel", se você é budista e toca metal isso não torna você um "metaleiro de Buda", então porque ser cristão e fazer metal o tornaria um "metaleiro de Cristo"?  Você é apenas um Brasileiro, ateu, Budista, satanista, cristão ou o que quer que seja, que toca metal, Para a banda metal e cristianismo se encaixam assim como metal e ateísmo, metal e paganismo, metal e satanismo, metal e sátiras,metal e lendas, metal e histórias fantasiosas, cada um usa o metal para falar do que lhe convém, seja história de dragões, mulheres, demônios, povos antigos, posições ideológicas, posições políticas, ou satirizar algo."


Oscar_Head: "Se consideram HeadBangers Ou Metaleiro?"

Over Death: "Não somos bangers, não somos "Death metalers" não somos roqueiros.  Somo quem somos, somos cristãos, e fazemos metal, Metal é liberdade de expressão e quem concorda com isso não pode limitar o metal a não permitir cristianismo ou qualquer outra linha de pensamentos ou crença, Ainda assim é comum encontrarmos grupos extremistas em nosso caminho, mas isso a gente tira de letra, tocando nosso som, mostrando que somos capazes de fazer o mesmo ou melhor que quem é contra nós, tendo postura coerente e agindo com convicção no que fazemos, Se for pra nos colocar em parâmetros de bandas com temática cristã, somos a banda que mais se apresenta em ambientes não cristãos, com bandas não cristãs. Temos a agenda tão cheia ou tão requerida quanto qualquer outra banda não cristã do underground extremos de SP."

" Oscar_Head: "Visão sobre "igrejas" ou "congregações" vocês se apresentam? E a Crash Church?

"Over Death:"Hoje nos recusamos a tocar em igrejas em SP com exceção da nossa própria  comunidade por questões óbvias. decidimos fazer isso em SP devido a falta de respeito que as comunidades cristãs tem para com as bandas como nós, fora de SP costumamos encontrar situações diferentes e é de fácil acordo aceitarmos nos apresentar se virmos que o local nos dá o devido valor e respeito, O local onde dividimos nossa fé se chama Crash Church Underground Ministry (antiga Comunidade Zadoque).
Eu particularmente sou membro de lá ha mais de 10 anos, tenho muitos amigos e não me incomodo se há pessoas de dentro ou de fora que concordam ou não comigo."


Oscar_Head:"Para finalizar Algumas Palavras? Algo sobre a Banda? Um pensamento Particular?"

Over Death:"A banda tem realizado eventos em alguns Estados do país e tem crescido na cena de SP, com seu Cd sendo distribuído na Galeria do Rock em SP, e na Europa pelo selo Nordic Mision, Quanto a minha fé continuarei praticando seja na banda ou não, no local onde frequento ou não, pessoas gostando ou não, quanto ao som que fazemos, continuarei fazendo com pessoas criticando ou não."

Oscar_Head:"Oh Brother valeu aí por confiar a nós toda essa informação, Gosto da banda pra caramba, Principalmente da música Prostituta de Satã, Mas em si do CD inteiro e Bom Demais, Umas pegadas de Mortification, Antidemon e Antestor são inconfundíveis, Espero conversar pessoalmente com você e com a banda, Creio eu que será logo...
Novamente Obrigado e fica na paz de Cristo."


Membros atuais:
- Leandro Calejon ( Dã ) / Guitarra/Vocal
 - Suellen Rocha / Vocal –
- Daniel Avalos / Bateria.

Curtam nossa página: https://www.facebook.com/Cristianismounderground
Confira o som da banda:


3 comentários:

 
;