Famosos convertidos ao Cristianismo



Dave Mustaine - MEGADETH
*Megadeth é um grupo musical norte-americano de Thrash Metal liderado por Dave Mustaine. 
O
grupo foi formado em 1983, dissolvido em 2002, e voltou a formar-se em
2004. O grupo é um dos pioneiros no estilo e está no grupo das melhores
bandas de Thrash Metal de todos os tempos, junto com Metallica,
Testament, Destruction, Slayer, Kreator, Sodom, Pantera, Sepultura e
outras.
Porém em 2002 depois de um acidente a banda se converte e diz:Megadeth não tocará com bandas satânicas, diz Mustaine. 
Me tornei cristão, sim, e acho melhor não dividir o palco com grupos que sejam
satânicos.
Já recusaram muitas propostas de festivais por q bandas satânicas tb
tocariam no palco deles porem em vários casos os organizadores
preferiram Megadeth as bandas satânicas como ocorreu na Grécia e em
israel. (Mais uma vitoria para nosso senhor Jesus Cristo)
Mustaine
se tornou um cristão tão fervoroso que tem feito com que suas crenças
religiosas tenham um impacto difícil de ser ignorado sobre sua carreira
e sobre a imagem do próprio Megadeth. São passagens bíblicas que
aparecem aqui e ali nas letras, constantes declarações em entrevistas
sobre sua conversão, sua fé e mesmo considerações sobre a possibilidade
de seguir a carreira de pastor de igreja, 
além da recusa em
dividir o palco de festivais com bandas que tenham qualquer elemento
anti-cristão ou anti-religião em suas temáticas. Isso causa, da mesma
forma que as opiniões políticas de Mustaine, um desconforto nos fãs
antigos que por acaso não vêem com bons olhos o cristianismo ou
religiões em geral. Já imaginaram quantas conversões eles podem
oferecer? uma vez tendo um publico fiel q não deixaram de ouvir a banda
por causa dos tais acontecimentos!

RAIMUNDOS - Rodolfo: Ex-vocalista da banda 



*Ex-vocalista da Banda Raimundos: O Rodolfo deu um chute no pau da
barraca e declarou Jesus com seu Salvador e Senhor, saindo dos
Raimundos e criando o Rodox.“Estava nesse estado, sozinho, morando em
São Paulo, com uma vida louca, trezentas namoradas por aí espalhadas,
drogas a valer, balada todos os dias, fã de montão, disco de platina,
dinheiro na conta, agenda lotada de shows, e completamente infeliz.
Eu
aceitei Jesus naquele dia, sabe porquê? Porque Deus dominou o lugar,
Deus dominou o lugar completamente...” diz Rodolfo! Se você parar pra
analisar as letras porcas e sem logica alguma q na minha opinião chega a
ser um funk de pior especie se tirar o ritmo e as letras da banda
rodox vocês verão a diferença de uma letra com profundidade e q leva a
penas em algo a de letras que só pregam o sexo desregrado e a futilidade
do mundo!

Alice Cooper



"Conhecido pela sua performance de palco teatral, com cenários de filme
de horror, muito sangue, aparelhos de torturas, mortes simuladas e
maquiagem totalmente obscura e musicas tão ou mais satânicas e
arrepiantes do q ele."


Graças
a Deus ele se converteu, mas não deixou nada disso de lado. Mas
mudou sua postura bastante, deixou o álcool, dá mais valor a família e
usa seu personagem como forma de mostrar o quanto o mundo não presta,
isso nas palavras dele. E não há fã dele que não saiba sua convicção e
geralmente coloca bastante dela em seus cds.

Deep Purple - Glenn Hughes



Glenn Hughes: Famoso e ótimo vocalista conhecido como "the Voice of
Rock" passou por grandes bandas como Trapeze, Deep Purple e Black
Sabbath. Foi viciado em heroína e depois de se separar da esposa e
estar no abismo, Glenn entregou sua vida a Deus, conseguiu se livrar
das drogas, recuperar seu casamento e hoje fala abertamente de suas
convicções. Possui diversos álbuns cristãos, inclusive um lançado esse
ano.

Iron Maiden - Nicko McBrain



Nicko McBrain: McBrain é o baterista da banda de Metal mais famosa do
mundo, Iron Maiden, converteu-se em 1999, afirma sem medo sua crença
durante entrevistas e inclusive prega para os outros membros da banda:
“Nós
já tivemos algumas incríveis conversas bem profundas entre nós. Não
posso dizer a você que estou tentando converter todos esses caras da
minha banda para serem Cristãos. Eu os estou levando pelo meu caminho,
e se eles escolherem seguir os planos de Deus como está na Bíblia, isso
é por conta deles. Eu digo para todos eles, entende, na minha crença,
no momento, se você se vira para o salvador Jesus Cristo, você terá uma
vida eterna no Céu com ele!... Nós não falamos sobre isso todas as
vezes que estamos juntos, mas já tivemos algumas incríveis conversas
durante esses anos.”

Hellowen - Michael Kiske



Michael Kiske: Ex vocalista do Hellowen, no ano de sua saída da banda
havia um boato sobre sua conversão, em fevereiro de 2007 mostrou-se
cristão através de uma nota em sua página no Myspace na qual mostrava
repúdio ao Satanismo:
"sou
um Cristão (de nenhuma igreja), e não quero NENHUM site oficial meu
como plataforma para essa doença que é o Satanismo! Eu definitivamente
não sou amigo de pessoas que servem o Anticristo. Não estamos do mesmo
lado! - JESUS CRISTO para sempre”!

Korn - Brian "Head"



ex Guitarra do Korn

em uma entrevista ele
disse que quando anunciou que ía sair da banda...o vocal disse pra ele
pedir o que quisesse pra não sair...Head respondeu: vamos a igreja...a
resposta da mulher do vocal que estava junto na conversa foi: tudo
menos isso... 

It´s Time To See Religion Die (é hora de ver a religião morrer) é o nome do álbum solo de Head

músico
também lançará um documentário, Washed By Blood (lavado pelo sangue);
um livro intitulado Head Home; 12 videoclipes e uma linha completa de
merchandising.

Korn - Reginald Arvizu "Fieldy"


Fieldy era conhecido por gostar muito de álcool. Mas ele converteu ao
cristianismo e diz estar muito
feliz,pois lembra de tudo que aconteceu do início desse período pra cá. Atualmente ele tem uma banda com o Baterista do P.O.D


Kiss - Peter Criss


O baterista original do KISS

O tempo passa tão rápido que
ninguém pode pará-lo. Mas para mim e minha família, e para os bravos
que deram suas vidas sem egoísmo, e para as famílias que continuam suas
vidas dia após o outro com o pesadelo daquele dia, nós lembraremos
daquela infâmia. E ‘nunca esqueceremos ...’”

“11 de Setembro foi um dos dias mais tristes do planeta.”

“Minhas orações vão para todas as famílias que perderam tanto e para as famílias que até hoje continuam com dor e sofrimento.”

“Eu tenho orgulho de ser americano e cristão. Não existe um dia que eu não ore pela paz no planeta.”

“Que
Deus abençoe todos aqueles que lutam pela liberdade e paz. Não vamos
esquecer dos nossos rapazes e garotas que estão lá morrendo por nós.”


Camisa de Vênus - Marcos Ribeiro (ex-baterista)



"Com o fim do CAMISA DE VÊNUS, Marco Ribeiro juntou-se com Gustavo
Müllem (Guitarrista do Camisa de Vênus) e Paulo Gusmão montando a Banda
Missionários do Dízimo. Criada para atacar e denegrir a imagem dos
evangélicos, a banda conseguiu uma rápida aceitação por parte da
imprensa e logo foi contratada pela RGE, gravando o CD "A Última
Cruzada", com tiragem inicial de mais de 35 mil cópias. A banda foi
para o Programa do Ratinho, da Xuxa, do Faustão, entre outros, chegando
ao Top 10 das rádios do Brasil e participando da MTV, com o clipe da
música "Raimundo, o Coveiro". Hoje, com mais de 60 mil cópias vendidas,
a gravadora RGE junto com EMI, que retém os Direitos da Missionários do
Dízimo, insistem na gravação de um segundo CD, no entanto, as orações
dos pastores e ovelhas, clamando para que Deus não deixasse aquela
humilhação ir adiante, fizeram com que o Senhor Todo-Poderoso desse um
fim nos Missionários do Dízimo.


O baterista e fundador da banda Missionários do Dízimo, Marco Ribeiro,
ao ir para Israel produzir um filme, conheceu o grande "EU SOU" e, lá
mesmo, foi batizado pelo Bispo Átila Brandão no Rio Jordão. Depois
disso a banda nunca mais foi a mesma, todas as portas foram fechadas e
a banda acabou. Passaram-se seis anos e, Ribeiro, produzindo programas
Evangélicos no SBT e na Band, e já conhecendo melhor a Palavra de Deus
e o Deus da Palavra, monta a banda MD7, com nova formação."

Antrax - Dan Spitz (ex Guitarrista)


Porque um dos membros fundadores da
lendária banda, indicada a vários Grammy, Anthrax, decidiu sair dos
palcos e desaparecer após vender mais de 10 milhões de álbuns? Porque
um dos membros fundadores que criaram um gênero musical inteiro parte
para o isolamento levando suas habilidades de compôr com ele; doando 53
guitarras e deixando a si mesmo sem nada. 

Descubra a resposta no que Dan nos contou no Cornerstone:

"Isso
não foi simplesmente um caminho viável para viver depois da mudança de
5 mil anos da pura e antiga linhagem sanguínea judaica ortodoxa para se
tornar um cristão como aconteceu na minha vida. Eu ainda tentei voltar
atrás algumas poucas vezes. Eu me encontrei em completa desilusão e caí
profundamente do abismo do inferno. Se compor música, na próxima vez,
for usar meus talentos dados e abençoados por Deus, certamente isso não
seria para a glória do lado errado. Esteja pronto para um novo som,
para um novo propósito, e para todas as tropas estabelecidas nas
trincheiras da guerra para abraçar um nova missão"

Fonte: Cornerstone Site
O Cornerstone Fest é considerado o
maior a e mais antigo festival de música cristã, um pouco diferente dos
usuais, e sempre conta com nomes dos mais pop´s ao extremo, sem
esquecer os pioneiros, que sempre tocam no palco da revista Heaven´s
Metal (revista de metal cristão dos EUA).

Grand Funk Railroad - Mark Farner

Quem conhece a banda sabe que ela é um dos pais do Funk rock e Mark
Farner era o monstro por trás de seus vocais. Após a banda ter um fim
Mark passou por uns maus bocados. Mark enfrentou uma série de problemas
particulares, culminando com a separação de sua esposa Liesa. Mark
também perdeu a guarda de seus dois filhos, e começou a beber muito
nessa época. 
Na
segunda metade dos anos oitenta, Mark se recuperou, se tornou pastor
cristão, e lançou três discos nessa praia entre os anos de 1988 e 1992.
Em 1995 foi convidado por Ringo Starr a integrar sua All Star Band, e
saiu em turnê junto com um super time que contava com John Entwistle,
Randy Bachman, Felix Cavaliere e Billy Preston, uma verdadeira
Superband, não?!

Os cds do Mark nem são tão difíceis de
encontrar, 2 deles tem naquela série de cds duplos cristãos que
lançaram no Brasil, aquela mesma série que tem Angelica, Deliverence e
Mortification.

Nos cds inclusive o Mark canta algumas músicas do
Grand Funk em versões cristãs, elas saíram bem bacanas. E o estilo dele
hoje incorpora alguma coisa mais Gospel mesmo, já era Black Music com o
Funk com a adição do Gospel no som então ficou bom demais, apesar de
mais leve.

Johnny Cash


Johnny Cash é cristão e isso nunca foi segredo, não foram poucas as
vezes que ele fez shows cristãos em horário nobre para a BBC e
acompanhou o pregador Billy Graham em turnes pelos estados Unidos,
inclusive financiou um filme sobre a vida de cristo. No clipe de Hurt
que é cover Nine inch nails podemos ver algumas cenas desse filme, como
a da crucificação. Curiosamente Johnny Cash se apresentou pela primeira
vez na Sun records como cantor Gospel e após não ser aceito começou a
tocar suas composições country/rock´n´roll, bacana, né?

Mesmo
os materiais mais "marginais" dele possuem músicas cristãs, inclusive
lançou diversos materiais exclusivamente cristãos. Tem um documentário
muito bom sobre o assunto que é "A música Gospel de Johnny Cash: uma
história de Fé e redenção", o documentário mostra muito do que as
pessoas não querem saber, que Johnny não foi só um rebelde, mas um
verdadeiro cristão.


Cash gostava de Israel e viajava
direto pra Israel para ficar em uma pequena ponte que atravessa o
Jordão e não ele deve ter umas 2 ou 3 músicas que falam do Rio.

Uma curiosidade é que o Man in Black inclusive canta uma música com a banda One Bad Pig de Crossover.

Mad Dragzter - Tiago
Torres 



O Tiago do Mad Sempre foi cristão, mas agora sentiu o chamado de Deus
para que sua banda fosse usada para esses fins, em entrevista a
Whiplash ele respondeu sobre as seguintes perguntas.

"Master of Space and Time" terá um cunho religioso nas letras?

Tiago
Torres: Tem, sem dúvida. Na verdade tem um tom filosófico profundo e
para mim religioso, mas para muita gente talvez isso nem apareça. Isso
tem muito a ver com a minha fé, não com o que os outros integrantes da
banda acreditam, já que eu escrevo as letras. Vai ser uma coisa mais
profunda, vai falar de ciência, futuro, matemática... e física, química
e Deus (risos).

De onde surgiu esta idéia de temática?

Tiago
Torres: Eu gosto muito de ficção científica, futurismo, dessa coisa de
espaço, e tem todo o lado religioso de como muitos matemáticos e
físicos descobriram algumas coisas a respeito desta coisa maior, que é
Deus, graças à ciência. E esta é a brincadeira que vamos fazer, num
disco onde vou falar das minhas crenças de uma maneira subliminar, não
tão direta, e vai ficar para cada um interpretar. Mas vou falar da
coisa mais importante que temos na nossa vida, que é Deus. Para cada um
ele é de uma maneira, de um formato, mas vou escrever como o enxergo. 

Carlos Santana

O guitarrista Carlos Santana pretende, nos próximos anos, abandonar a
música para se dedicar à vida religiosa. Ele falou sobre seus planos em
entrevista à Rolling Stone americana.

"Vou parar de tocar quando fizer 67 anos e trabalhar com algo que
realmente gosto, que é ser um pastor, igual ao Little Richard", afirmou
o músico, que tem 61 anos.

Segundo Santana, seu plano é criar uma igreja no Havaí. Mas isso só
deve acontecer daqui a seis anos. Antes, o guitarrista planeja lançar
mais alguns álbuns.

Baby do Brasil

Baby sempre foi uma buscadora e uma caçadora de Deus, depois de passar
por inúmeras experiências sobrenaturais, no fim da década de 1990,
converteu-se ao Cristianismo e seu testemunho tem impactado e levado
muitas pessoas as igrejas e hoje além de todas as suas atividades Baby,
além de cantora é uma Pastora, ou melhor, uma Popstora que prega e
ministra na Igreja "Ministério do Espírito Santo de Deus em Nome de
Jesus".

Tommy Aldridge

Tommy Aldridge é um veterano baterista de hard rock e heavy metal. É conhecido por trabalhar com vários cantores e bandas, destacando-se os cantores Gary Moore e Ozzy Osbourne e as bandas Black Oak Arkansas, Pat Travers Band, Thin Lizzy e Whitesnake.

Aldridge aprendeu sozinho a tocar bateria e foi inspirado pelas bandas Cream, Beatles, The Jimi Hendrix Experience e Led Zeppelin e pelos bateristas Joe Morello e John Bonham. Durante sua carreira, tem sido lembrado como pioneiro da técnica de dois bumbos. Convertido ao cristianiso, já deu depoímento na biblia metálica e também tem a seguinte frase em seu site "Eu agradeço a Deus por lembrar de mim a cada momento, e eu sou muito abençoado por isso." 
WASP - Blackie LawlessBlackie Lawless (4 de setembro de 1956) é o vocalista da banda de heavy metal W.A.S.P. desde 1982 quando foi criada. Sobre tocar a músicaAnimal (Fuck Like A Beast ele declarou "Nós não tocamos essa canção por vários anos. E é totalmente por
causa da minha fé religiosa, e é algo que eu não quero mais fazer, e eu
nunca vou tocar essa canção novamente.
O que eu posso fazer para
ser uma influência positiva? Eu olho para o que estou fazendo e estou
tentando criar o melhor exemplo que posso. Eu não quero jovens de 13
anos andando por aí 
cantando
essa canção. Se for algo que eles quiserem fazer mais adiante em suas
vidas, isso é assunto deles. Mas, como eu disse, é uma questão de fé e
da convicção religiosa que eu tenho."
Ele também declarou "Você tem que entender que eu acredito que fui colocado aqui nesta Terra para fazer algo muito específico. Este álbum, ´Babylon´, que estamos trabalhando agora realmente fala sobre o que está acontecendo com o Livro das Revelações e a Bíblia.

"Alguém me perguntou isso um dia desses. Eles disseram, ´Você agora é um pregador rock and roll?´ Eu disse, ´Não. Mas eu sou um mensageiro.´ E esse é o meu trabalho. Então tudo o que eu fiz até este ponto me levou aonde estou agora"
David Ellefson MEGADETH 
"Bem, o rock and roll, por sua própria natureza, sempre foi aos limites para rebelar-se. Provavelmente é por isso que a galera da igreja e conservadores não gostam dele, porque frequentemente é diretamente oposto a como eles vêem Deus, logo, é o ´anticristo´. Assim, o rock and roll é estigmatizado por aquela legião de crentes. Para colocar lenha na fogueira, certos caras do Metal rebelam-se ainda mais e extravasam de forma ainda mais extrema e chamam-se abertamente de adoradores do diabo. Eu entendo a diversão disso, mas ao mesmo tempo quando foi que você viu alguém nos Grammys ou alguém tornando-se enormemente bem sucedido em suas vidas e agradecendo ao diabo?
Eu vou à igreja quando estou em casa, mas raramente falo a respeito
abertamente porque há tanto antagonismo em torno do assunto,
especialmente na comunidade metálica. Para mim, eu prefiro praticar o
assunto ao invés de ficar falando a respeito. Eu percebo que aqueles
que implicam comigo por isso são exatamente aqueles que provavelmente
precisam de um pouco de igreja em suas vidas!"
Rick Wakeman YES
Sua devoção a Deus pode ser conferida abaixo num trecho de sua auto-biografia, "Say Yes":

Mildred Wakeman, who brought me to life
Cyril Wakeman, who shaped my life
Nina Wakeman, my partner in life
and Jesus, who gave me life

(Mildred Wakeman, que me trouxe à vida
Cyril Wakeman, que moldaram a minha vida
Nina Wakeman, minha parceira na vida
e Jesus, que me deu a vida)

A renovação de seus votos de fé ao cristianismo aconteceu em 1974. Desde o final dos anos 60, o tecladista teve dois casamentos fracassados e
lutava contra o alcoolismo, que já o tinha levado a alguns ataques
cardíacos na época. De lá para cá, o combate ao vício terminou. O
casamento com Nina Carther teve importante papel na reabilitação de
Rick. Passam a morar na Ilha de Man, na costa Inglesa, e adotam a
religião Batista, que viria a influenciar os futuros trabalhos de
Wakeman. Como curiosidade, podemos destacar seu trabalho “In The Beginning” de 1990, em que Rick faz apenas um fundo musical enquanto sua esposa Nina lê trechos da Bíblia.
Mas talvez o maior destaque seja o ambicioso e belíssimo duplo “The Gospels”
de 1987, onde Rick faz quatro mini oratórios de 20 minutos cada, um
para cada Evangelho da Bíblia. Conta com a participação do tenor Ramon Remédios e um coral.
“The New Gospels” de 1995, é uma versão revista e ampliada do belo “The Gospels”, lançado originalmente em 87. Disco que reafirma com toda a força sua fé cristã!
Ken Hensley - Uriah Heep
Hoje, o tecladista se diz um cristão convicto. A seguir, suas próprias palavras:
"(...) minha forma de escrever realmente começou a declinar quando me afundei na cocaína".
"Foi
então que comecei a perder minha concentração, que estava totalmente
direcionada para a droga. Todo o resto era secundário. Nós tínhamos
caras na banda que eram alcólatras e alguns que eram viciados em
drogas. Tudo isto aconteceu no final de 1972, começo de 1973, e como
resultado tudo desabou. Mas acredito que nasci para compor canções.
Acredito que este é o meu propósito na vida porque hoje tenho escrito
mais músicas do que em qualquer outra época de minha vida".
"Tenho
fé de que minha inspiração vem de fonte sobrenatural. Sou cristão e,
como provavelmente você sabe, eu acredito que Deus está me usando para
dizer às pessoas coisa que Ele quer dizer. Não sei porque e nem saberei
enquanto estiver vivo."
Bob Dylan
Entre 1979 e 1981 Dylan lançou 3 álbuns cristãos E em 2009 sobre o lançamento de um álbum natalino, ele declarou “Sou um
crente verdadeiro".

Comentários:

Postar um comentário

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Famosos convertidos ao Cristianismo



Dave Mustaine - MEGADETH
*Megadeth é um grupo musical norte-americano de Thrash Metal liderado por Dave Mustaine. 
O
grupo foi formado em 1983, dissolvido em 2002, e voltou a formar-se em
2004. O grupo é um dos pioneiros no estilo e está no grupo das melhores
bandas de Thrash Metal de todos os tempos, junto com Metallica,
Testament, Destruction, Slayer, Kreator, Sodom, Pantera, Sepultura e
outras.
Porém em 2002 depois de um acidente a banda se converte e diz:Megadeth não tocará com bandas satânicas, diz Mustaine. 
Me tornei cristão, sim, e acho melhor não dividir o palco com grupos que sejam
satânicos.
Já recusaram muitas propostas de festivais por q bandas satânicas tb
tocariam no palco deles porem em vários casos os organizadores
preferiram Megadeth as bandas satânicas como ocorreu na Grécia e em
israel. (Mais uma vitoria para nosso senhor Jesus Cristo)
Mustaine
se tornou um cristão tão fervoroso que tem feito com que suas crenças
religiosas tenham um impacto difícil de ser ignorado sobre sua carreira
e sobre a imagem do próprio Megadeth. São passagens bíblicas que
aparecem aqui e ali nas letras, constantes declarações em entrevistas
sobre sua conversão, sua fé e mesmo considerações sobre a possibilidade
de seguir a carreira de pastor de igreja, 
além da recusa em
dividir o palco de festivais com bandas que tenham qualquer elemento
anti-cristão ou anti-religião em suas temáticas. Isso causa, da mesma
forma que as opiniões políticas de Mustaine, um desconforto nos fãs
antigos que por acaso não vêem com bons olhos o cristianismo ou
religiões em geral. Já imaginaram quantas conversões eles podem
oferecer? uma vez tendo um publico fiel q não deixaram de ouvir a banda
por causa dos tais acontecimentos!

RAIMUNDOS - Rodolfo: Ex-vocalista da banda 



*Ex-vocalista da Banda Raimundos: O Rodolfo deu um chute no pau da
barraca e declarou Jesus com seu Salvador e Senhor, saindo dos
Raimundos e criando o Rodox.“Estava nesse estado, sozinho, morando em
São Paulo, com uma vida louca, trezentas namoradas por aí espalhadas,
drogas a valer, balada todos os dias, fã de montão, disco de platina,
dinheiro na conta, agenda lotada de shows, e completamente infeliz.
Eu
aceitei Jesus naquele dia, sabe porquê? Porque Deus dominou o lugar,
Deus dominou o lugar completamente...” diz Rodolfo! Se você parar pra
analisar as letras porcas e sem logica alguma q na minha opinião chega a
ser um funk de pior especie se tirar o ritmo e as letras da banda
rodox vocês verão a diferença de uma letra com profundidade e q leva a
penas em algo a de letras que só pregam o sexo desregrado e a futilidade
do mundo!

Alice Cooper



"Conhecido pela sua performance de palco teatral, com cenários de filme
de horror, muito sangue, aparelhos de torturas, mortes simuladas e
maquiagem totalmente obscura e musicas tão ou mais satânicas e
arrepiantes do q ele."


Graças
a Deus ele se converteu, mas não deixou nada disso de lado. Mas
mudou sua postura bastante, deixou o álcool, dá mais valor a família e
usa seu personagem como forma de mostrar o quanto o mundo não presta,
isso nas palavras dele. E não há fã dele que não saiba sua convicção e
geralmente coloca bastante dela em seus cds.

Deep Purple - Glenn Hughes



Glenn Hughes: Famoso e ótimo vocalista conhecido como "the Voice of
Rock" passou por grandes bandas como Trapeze, Deep Purple e Black
Sabbath. Foi viciado em heroína e depois de se separar da esposa e
estar no abismo, Glenn entregou sua vida a Deus, conseguiu se livrar
das drogas, recuperar seu casamento e hoje fala abertamente de suas
convicções. Possui diversos álbuns cristãos, inclusive um lançado esse
ano.

Iron Maiden - Nicko McBrain



Nicko McBrain: McBrain é o baterista da banda de Metal mais famosa do
mundo, Iron Maiden, converteu-se em 1999, afirma sem medo sua crença
durante entrevistas e inclusive prega para os outros membros da banda:
“Nós
já tivemos algumas incríveis conversas bem profundas entre nós. Não
posso dizer a você que estou tentando converter todos esses caras da
minha banda para serem Cristãos. Eu os estou levando pelo meu caminho,
e se eles escolherem seguir os planos de Deus como está na Bíblia, isso
é por conta deles. Eu digo para todos eles, entende, na minha crença,
no momento, se você se vira para o salvador Jesus Cristo, você terá uma
vida eterna no Céu com ele!... Nós não falamos sobre isso todas as
vezes que estamos juntos, mas já tivemos algumas incríveis conversas
durante esses anos.”

Hellowen - Michael Kiske



Michael Kiske: Ex vocalista do Hellowen, no ano de sua saída da banda
havia um boato sobre sua conversão, em fevereiro de 2007 mostrou-se
cristão através de uma nota em sua página no Myspace na qual mostrava
repúdio ao Satanismo:
"sou
um Cristão (de nenhuma igreja), e não quero NENHUM site oficial meu
como plataforma para essa doença que é o Satanismo! Eu definitivamente
não sou amigo de pessoas que servem o Anticristo. Não estamos do mesmo
lado! - JESUS CRISTO para sempre”!

Korn - Brian "Head"



ex Guitarra do Korn

em uma entrevista ele
disse que quando anunciou que ía sair da banda...o vocal disse pra ele
pedir o que quisesse pra não sair...Head respondeu: vamos a igreja...a
resposta da mulher do vocal que estava junto na conversa foi: tudo
menos isso... 

It´s Time To See Religion Die (é hora de ver a religião morrer) é o nome do álbum solo de Head

músico
também lançará um documentário, Washed By Blood (lavado pelo sangue);
um livro intitulado Head Home; 12 videoclipes e uma linha completa de
merchandising.

Korn - Reginald Arvizu "Fieldy"


Fieldy era conhecido por gostar muito de álcool. Mas ele converteu ao
cristianismo e diz estar muito
feliz,pois lembra de tudo que aconteceu do início desse período pra cá. Atualmente ele tem uma banda com o Baterista do P.O.D


Kiss - Peter Criss


O baterista original do KISS

O tempo passa tão rápido que
ninguém pode pará-lo. Mas para mim e minha família, e para os bravos
que deram suas vidas sem egoísmo, e para as famílias que continuam suas
vidas dia após o outro com o pesadelo daquele dia, nós lembraremos
daquela infâmia. E ‘nunca esqueceremos ...’”

“11 de Setembro foi um dos dias mais tristes do planeta.”

“Minhas orações vão para todas as famílias que perderam tanto e para as famílias que até hoje continuam com dor e sofrimento.”

“Eu tenho orgulho de ser americano e cristão. Não existe um dia que eu não ore pela paz no planeta.”

“Que
Deus abençoe todos aqueles que lutam pela liberdade e paz. Não vamos
esquecer dos nossos rapazes e garotas que estão lá morrendo por nós.”


Camisa de Vênus - Marcos Ribeiro (ex-baterista)



"Com o fim do CAMISA DE VÊNUS, Marco Ribeiro juntou-se com Gustavo
Müllem (Guitarrista do Camisa de Vênus) e Paulo Gusmão montando a Banda
Missionários do Dízimo. Criada para atacar e denegrir a imagem dos
evangélicos, a banda conseguiu uma rápida aceitação por parte da
imprensa e logo foi contratada pela RGE, gravando o CD "A Última
Cruzada", com tiragem inicial de mais de 35 mil cópias. A banda foi
para o Programa do Ratinho, da Xuxa, do Faustão, entre outros, chegando
ao Top 10 das rádios do Brasil e participando da MTV, com o clipe da
música "Raimundo, o Coveiro". Hoje, com mais de 60 mil cópias vendidas,
a gravadora RGE junto com EMI, que retém os Direitos da Missionários do
Dízimo, insistem na gravação de um segundo CD, no entanto, as orações
dos pastores e ovelhas, clamando para que Deus não deixasse aquela
humilhação ir adiante, fizeram com que o Senhor Todo-Poderoso desse um
fim nos Missionários do Dízimo.


O baterista e fundador da banda Missionários do Dízimo, Marco Ribeiro,
ao ir para Israel produzir um filme, conheceu o grande "EU SOU" e, lá
mesmo, foi batizado pelo Bispo Átila Brandão no Rio Jordão. Depois
disso a banda nunca mais foi a mesma, todas as portas foram fechadas e
a banda acabou. Passaram-se seis anos e, Ribeiro, produzindo programas
Evangélicos no SBT e na Band, e já conhecendo melhor a Palavra de Deus
e o Deus da Palavra, monta a banda MD7, com nova formação."

Antrax - Dan Spitz (ex Guitarrista)


Porque um dos membros fundadores da
lendária banda, indicada a vários Grammy, Anthrax, decidiu sair dos
palcos e desaparecer após vender mais de 10 milhões de álbuns? Porque
um dos membros fundadores que criaram um gênero musical inteiro parte
para o isolamento levando suas habilidades de compôr com ele; doando 53
guitarras e deixando a si mesmo sem nada. 

Descubra a resposta no que Dan nos contou no Cornerstone:

"Isso
não foi simplesmente um caminho viável para viver depois da mudança de
5 mil anos da pura e antiga linhagem sanguínea judaica ortodoxa para se
tornar um cristão como aconteceu na minha vida. Eu ainda tentei voltar
atrás algumas poucas vezes. Eu me encontrei em completa desilusão e caí
profundamente do abismo do inferno. Se compor música, na próxima vez,
for usar meus talentos dados e abençoados por Deus, certamente isso não
seria para a glória do lado errado. Esteja pronto para um novo som,
para um novo propósito, e para todas as tropas estabelecidas nas
trincheiras da guerra para abraçar um nova missão"

Fonte: Cornerstone Site
O Cornerstone Fest é considerado o
maior a e mais antigo festival de música cristã, um pouco diferente dos
usuais, e sempre conta com nomes dos mais pop´s ao extremo, sem
esquecer os pioneiros, que sempre tocam no palco da revista Heaven´s
Metal (revista de metal cristão dos EUA).

Grand Funk Railroad - Mark Farner

Quem conhece a banda sabe que ela é um dos pais do Funk rock e Mark
Farner era o monstro por trás de seus vocais. Após a banda ter um fim
Mark passou por uns maus bocados. Mark enfrentou uma série de problemas
particulares, culminando com a separação de sua esposa Liesa. Mark
também perdeu a guarda de seus dois filhos, e começou a beber muito
nessa época. 
Na
segunda metade dos anos oitenta, Mark se recuperou, se tornou pastor
cristão, e lançou três discos nessa praia entre os anos de 1988 e 1992.
Em 1995 foi convidado por Ringo Starr a integrar sua All Star Band, e
saiu em turnê junto com um super time que contava com John Entwistle,
Randy Bachman, Felix Cavaliere e Billy Preston, uma verdadeira
Superband, não?!

Os cds do Mark nem são tão difíceis de
encontrar, 2 deles tem naquela série de cds duplos cristãos que
lançaram no Brasil, aquela mesma série que tem Angelica, Deliverence e
Mortification.

Nos cds inclusive o Mark canta algumas músicas do
Grand Funk em versões cristãs, elas saíram bem bacanas. E o estilo dele
hoje incorpora alguma coisa mais Gospel mesmo, já era Black Music com o
Funk com a adição do Gospel no som então ficou bom demais, apesar de
mais leve.

Johnny Cash


Johnny Cash é cristão e isso nunca foi segredo, não foram poucas as
vezes que ele fez shows cristãos em horário nobre para a BBC e
acompanhou o pregador Billy Graham em turnes pelos estados Unidos,
inclusive financiou um filme sobre a vida de cristo. No clipe de Hurt
que é cover Nine inch nails podemos ver algumas cenas desse filme, como
a da crucificação. Curiosamente Johnny Cash se apresentou pela primeira
vez na Sun records como cantor Gospel e após não ser aceito começou a
tocar suas composições country/rock´n´roll, bacana, né?

Mesmo
os materiais mais "marginais" dele possuem músicas cristãs, inclusive
lançou diversos materiais exclusivamente cristãos. Tem um documentário
muito bom sobre o assunto que é "A música Gospel de Johnny Cash: uma
história de Fé e redenção", o documentário mostra muito do que as
pessoas não querem saber, que Johnny não foi só um rebelde, mas um
verdadeiro cristão.


Cash gostava de Israel e viajava
direto pra Israel para ficar em uma pequena ponte que atravessa o
Jordão e não ele deve ter umas 2 ou 3 músicas que falam do Rio.

Uma curiosidade é que o Man in Black inclusive canta uma música com a banda One Bad Pig de Crossover.

Mad Dragzter - Tiago
Torres 



O Tiago do Mad Sempre foi cristão, mas agora sentiu o chamado de Deus
para que sua banda fosse usada para esses fins, em entrevista a
Whiplash ele respondeu sobre as seguintes perguntas.

"Master of Space and Time" terá um cunho religioso nas letras?

Tiago
Torres: Tem, sem dúvida. Na verdade tem um tom filosófico profundo e
para mim religioso, mas para muita gente talvez isso nem apareça. Isso
tem muito a ver com a minha fé, não com o que os outros integrantes da
banda acreditam, já que eu escrevo as letras. Vai ser uma coisa mais
profunda, vai falar de ciência, futuro, matemática... e física, química
e Deus (risos).

De onde surgiu esta idéia de temática?

Tiago
Torres: Eu gosto muito de ficção científica, futurismo, dessa coisa de
espaço, e tem todo o lado religioso de como muitos matemáticos e
físicos descobriram algumas coisas a respeito desta coisa maior, que é
Deus, graças à ciência. E esta é a brincadeira que vamos fazer, num
disco onde vou falar das minhas crenças de uma maneira subliminar, não
tão direta, e vai ficar para cada um interpretar. Mas vou falar da
coisa mais importante que temos na nossa vida, que é Deus. Para cada um
ele é de uma maneira, de um formato, mas vou escrever como o enxergo. 

Carlos Santana

O guitarrista Carlos Santana pretende, nos próximos anos, abandonar a
música para se dedicar à vida religiosa. Ele falou sobre seus planos em
entrevista à Rolling Stone americana.

"Vou parar de tocar quando fizer 67 anos e trabalhar com algo que
realmente gosto, que é ser um pastor, igual ao Little Richard", afirmou
o músico, que tem 61 anos.

Segundo Santana, seu plano é criar uma igreja no Havaí. Mas isso só
deve acontecer daqui a seis anos. Antes, o guitarrista planeja lançar
mais alguns álbuns.

Baby do Brasil

Baby sempre foi uma buscadora e uma caçadora de Deus, depois de passar
por inúmeras experiências sobrenaturais, no fim da década de 1990,
converteu-se ao Cristianismo e seu testemunho tem impactado e levado
muitas pessoas as igrejas e hoje além de todas as suas atividades Baby,
além de cantora é uma Pastora, ou melhor, uma Popstora que prega e
ministra na Igreja "Ministério do Espírito Santo de Deus em Nome de
Jesus".

Tommy Aldridge

Tommy Aldridge é um veterano baterista de hard rock e heavy metal. É conhecido por trabalhar com vários cantores e bandas, destacando-se os cantores Gary Moore e Ozzy Osbourne e as bandas Black Oak Arkansas, Pat Travers Band, Thin Lizzy e Whitesnake.

Aldridge aprendeu sozinho a tocar bateria e foi inspirado pelas bandas Cream, Beatles, The Jimi Hendrix Experience e Led Zeppelin e pelos bateristas Joe Morello e John Bonham. Durante sua carreira, tem sido lembrado como pioneiro da técnica de dois bumbos. Convertido ao cristianiso, já deu depoímento na biblia metálica e também tem a seguinte frase em seu site "Eu agradeço a Deus por lembrar de mim a cada momento, e eu sou muito abençoado por isso." 
WASP - Blackie LawlessBlackie Lawless (4 de setembro de 1956) é o vocalista da banda de heavy metal W.A.S.P. desde 1982 quando foi criada. Sobre tocar a músicaAnimal (Fuck Like A Beast ele declarou "Nós não tocamos essa canção por vários anos. E é totalmente por
causa da minha fé religiosa, e é algo que eu não quero mais fazer, e eu
nunca vou tocar essa canção novamente.
O que eu posso fazer para
ser uma influência positiva? Eu olho para o que estou fazendo e estou
tentando criar o melhor exemplo que posso. Eu não quero jovens de 13
anos andando por aí 
cantando
essa canção. Se for algo que eles quiserem fazer mais adiante em suas
vidas, isso é assunto deles. Mas, como eu disse, é uma questão de fé e
da convicção religiosa que eu tenho."
Ele também declarou "Você tem que entender que eu acredito que fui colocado aqui nesta Terra para fazer algo muito específico. Este álbum, ´Babylon´, que estamos trabalhando agora realmente fala sobre o que está acontecendo com o Livro das Revelações e a Bíblia.

"Alguém me perguntou isso um dia desses. Eles disseram, ´Você agora é um pregador rock and roll?´ Eu disse, ´Não. Mas eu sou um mensageiro.´ E esse é o meu trabalho. Então tudo o que eu fiz até este ponto me levou aonde estou agora"
David Ellefson MEGADETH 
"Bem, o rock and roll, por sua própria natureza, sempre foi aos limites para rebelar-se. Provavelmente é por isso que a galera da igreja e conservadores não gostam dele, porque frequentemente é diretamente oposto a como eles vêem Deus, logo, é o ´anticristo´. Assim, o rock and roll é estigmatizado por aquela legião de crentes. Para colocar lenha na fogueira, certos caras do Metal rebelam-se ainda mais e extravasam de forma ainda mais extrema e chamam-se abertamente de adoradores do diabo. Eu entendo a diversão disso, mas ao mesmo tempo quando foi que você viu alguém nos Grammys ou alguém tornando-se enormemente bem sucedido em suas vidas e agradecendo ao diabo?
Eu vou à igreja quando estou em casa, mas raramente falo a respeito
abertamente porque há tanto antagonismo em torno do assunto,
especialmente na comunidade metálica. Para mim, eu prefiro praticar o
assunto ao invés de ficar falando a respeito. Eu percebo que aqueles
que implicam comigo por isso são exatamente aqueles que provavelmente
precisam de um pouco de igreja em suas vidas!"
Rick Wakeman YES
Sua devoção a Deus pode ser conferida abaixo num trecho de sua auto-biografia, "Say Yes":

Mildred Wakeman, who brought me to life
Cyril Wakeman, who shaped my life
Nina Wakeman, my partner in life
and Jesus, who gave me life

(Mildred Wakeman, que me trouxe à vida
Cyril Wakeman, que moldaram a minha vida
Nina Wakeman, minha parceira na vida
e Jesus, que me deu a vida)

A renovação de seus votos de fé ao cristianismo aconteceu em 1974. Desde o final dos anos 60, o tecladista teve dois casamentos fracassados e
lutava contra o alcoolismo, que já o tinha levado a alguns ataques
cardíacos na época. De lá para cá, o combate ao vício terminou. O
casamento com Nina Carther teve importante papel na reabilitação de
Rick. Passam a morar na Ilha de Man, na costa Inglesa, e adotam a
religião Batista, que viria a influenciar os futuros trabalhos de
Wakeman. Como curiosidade, podemos destacar seu trabalho “In The Beginning” de 1990, em que Rick faz apenas um fundo musical enquanto sua esposa Nina lê trechos da Bíblia.
Mas talvez o maior destaque seja o ambicioso e belíssimo duplo “The Gospels”
de 1987, onde Rick faz quatro mini oratórios de 20 minutos cada, um
para cada Evangelho da Bíblia. Conta com a participação do tenor Ramon Remédios e um coral.
“The New Gospels” de 1995, é uma versão revista e ampliada do belo “The Gospels”, lançado originalmente em 87. Disco que reafirma com toda a força sua fé cristã!
Ken Hensley - Uriah Heep
Hoje, o tecladista se diz um cristão convicto. A seguir, suas próprias palavras:
"(...) minha forma de escrever realmente começou a declinar quando me afundei na cocaína".
"Foi
então que comecei a perder minha concentração, que estava totalmente
direcionada para a droga. Todo o resto era secundário. Nós tínhamos
caras na banda que eram alcólatras e alguns que eram viciados em
drogas. Tudo isto aconteceu no final de 1972, começo de 1973, e como
resultado tudo desabou. Mas acredito que nasci para compor canções.
Acredito que este é o meu propósito na vida porque hoje tenho escrito
mais músicas do que em qualquer outra época de minha vida".
"Tenho
fé de que minha inspiração vem de fonte sobrenatural. Sou cristão e,
como provavelmente você sabe, eu acredito que Deus está me usando para
dizer às pessoas coisa que Ele quer dizer. Não sei porque e nem saberei
enquanto estiver vivo."
Bob Dylan
Entre 1979 e 1981 Dylan lançou 3 álbuns cristãos E em 2009 sobre o lançamento de um álbum natalino, ele declarou “Sou um
crente verdadeiro".

Nenhum comentário:

Postar um comentário